Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma mulher simples

A vida como ela é.



Sábado, 24.08.13

Sábado, 24 de Junho de 2013

As preocupações não cessam. E os problemas também não. Parecem jorrar de uma fonte inesgotável.
O Bruno tem uma cárie dentária. Este é o maior de todos. Sempre o avisei dos perigos. Nada. Não sei se está a tomar o antibiótico com a regularidade desejável e ainda não sei se já marcou consulta numa clínica dentária.
Entretanto chegaram duas contas hospitalares para pagar. Paguei a primeira. A segunda ficará para o pai. Embora tenha deveres, esquece-os. O rapaz não vai ter coragem de lhe apresentar a conta. Pagá-la- á ele mesmo. Mais pessoas concordam comigo. Reage sempre mal quando lhe pede dinheiro. Homem horrível! Pai horrível!
Ontem, fomos a casa da minha mãe. Ajudámos na limpeza e nas camas. O jardim continua por conta do meu primo. Este faz um trabalho bom. A velhota parece satisfeita. E se é exigente! Ele costuma dizer que é “Jesus ao quadrado”. Este é o apelido da família. E há muitas semelhanças! Na exigência no trabalho, por exemplo… Mas também há diferenças. Diferenças no sentido positivo. Felizmente! A mulher tem-se ocupado da comida e da casa. Também não há muito a fazer. A casa está vazia! E não sei se terão ajuda para conseguirem a sua casa. Esta seria a situação ideal.
Maria já deve ter comprado o livro de código. Dei-lhe o dinheiro e exigi isso mesmo. Foi uma espécie de ultimato! Tenho de controlar as saídas. A última foi a despedida de solteira da Catarina. Vai-se casar no próximo Sábado.
Inês já anda preocupada com o material escolar. O dinheiro é pouco. Vai ter de esperar. Quero ver se consigo arranjar livros em segunda mão. Esta troca de manuais escolares é uma excelente ideia. Só terei de comprar o restante material.
Ontem, estive ao telefone com a minha melhor amiga. Mais de duas horas! Nada a estranhar. É habitual! A conversa vagueou por sendas variadas. Como acontece quando duas pessoas já não conversam há algum tempo! Muito a dizer! Risos! Uma conversa inteligente! O pior foi o sono! O cansaço! Só estes nos derrubaram!
O mês passado foi terrível! O vigarista a quem vendi o carro nunca o passou para o seu nome. Nem sequer pagou à financeira o preço correspondente às duas últimas prestações. (Foi este o preço de um monovolume em perfeito estado!) Nem o imposto de circulação. Resumindo: tive de pagar este com multa! E foram bastantes! Estão atrasadas! Tenho os papéis da data da apreensão do carro. Mas de nada serve. Pago e só depois poderei expor o assunto às autoridades. Para já não falar dos danos causados ao carro! Os bancos traseiros desapareceram. Algumas peças do carro estão presas com arame, os pneus são todos diferentes… Vale a pena continuar?
Como se cria um vigarista? Será inato? Serão os exemplos educativos? Julgo ser esta uma das características mais vergonhosas de um ser! Pior do que isto só o psicopata ou o pedófilo! Teria vergonha e um profundo desgosto se tivesse um filho assim! Não há neste ser nada de digno ou de honroso. Tudo o que fez leva a crer que tenha sido premeditado! Só uma palavra o descreve: horror! Quem se quer cruzar com um ser destes?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por fatimanascimento às 11:43



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

2013