Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma mulher simples

A vida como ela é.


Terça-feira, 27.08.13

Terça-feira, 27 de Agosto de 2013

Festa dupla! Avó e neta fazem anos! Para a primeira é um dia normal se exceptuarmos possíveis telefonemas de felicitações. Para a última, foi uma surpresa total. Não fazia a mínima ideia do que a esperava. Eu fora informada com antecedência mas tive de me manter fiel à promessa. E as novidades ainda não terminaram. Para já posso adiantar que o sonho de visitar o Jardim Zoológico tornou-se realidade. Esteve lá quando era ainda pequena e não se lembrava de nada. Adorou. Quando lhe telefonei para dar os parabéns, estava na praia. Mais um sonho realizado! Não posso contar mais. Só posso dizer que é bom ter amigos!
Acabei de ler um livro muito interessante. “Irmãos” de David Talbot. (Campo das Letras.) Estava na Fnac a vinte e três euros e passou na caixa a oito euros e muitos cêntimos. Nunca me lembro de ler um livro histórico de investigação tão bem escrito. Fala dos irmãos Kennedy. Recomendo vivamente. Americanos, acordem! Ainda podem fazer a diferença. Exijam! O resto do mundo que não se envaideça, não acontece só lá! Não digo mais.
Os meus primos assinaram há pouco o contrato do Rendimento Mínimo de Inserção. Estão mais animados. Ele está ansioso por entregar o documento no Centro de Emprego e começar o périplo pelas empresas do concelho e não só. Vai também investigar os outros mais próximos.
Os meus três gatos defendem-se do calor. Procuram os locais mais frescos da casa e… dormem. Têm uma vida pouco activa, à semelhança da dona. Tenho de começar a praticar exercício! Urgentemente!
A minha mais pequena está mais magra. Muito elegante. O oposto da mãe! Está a aproveitar bem as férias. Como trabalhou bem durante o ano lectivo e me ajudou imenso em todas as tarefas caseiras, abri-lhe as portas da liberdade.
Ontem, à tarde, recebi a carta com o documento que deverei entregar ao Centro de Emprego, caso não comece a trabalhar no início de Setembro. Enquanto me dirigia para lá, não deixei de recordar os tempos de desempregada. Não há local mais deprimente e degradante, pois recorda-nos permanentemente a nossa situação desoladora.
À noite, o Bruno deixou a namorada no carro e entrou em casa. Não quis subir. Estava temerosa. Ainda é cedo. Concordo. Esperemos que a relação dure algum tempo! Fazia-lhe bem. Não ficou muito tempo. Cumprimentou todos e levou a irmã mais nova para a apresentar à namorada. A pequena gostou do gesto. A rapariga tem o seu tamanho. E é bonita. Hum… parece aprovada! A aparência não é requisito para mim, desde que seja pessoa de bem…
Maria apareceu também. Trazia o vestido que usará no casamento. Vai ser uma das damas de honor. A moça que vai substituir não pode estar presente por motivos de trabalho. Está entusiasmada. Falou das modificações que tinha em mente. Gostei do fato tal como está e não percebo porque tem de ser modificado. As americanas, salvas as excepções, usam o mesmo corte!
Também não demorou muito. Fui informada dos últimos preparativos da festa. Realmente, está bem planeado! Fingi-me ignorante. Não poderia estragar a surpresa. E consegui! Estou a ficar boa na arte da dissimulação!
São quase seis e meia. Tenho de terminar. A festa surpresa espera-nos na casa da avó. Ainda não lhe dei os parabéns. Não tenho telefone fixo e o telemóvel não foi carregado. Só pessoalmente a poderei felicitar. Estou a caminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por fatimanascimento às 18:23


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

2013